segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Flamengo, não há palavras com que eu possa definir!



Flamengo da dona de casa do povo sofrido, do trabalhador Flamengo do jovem esperto da moça bonita e do meu amor
Flamengo do sul e do norte de todos os cantos, de toda nação Flamengo do asfalto e do morro... Flamengo maravilhoso. (Luiz Ayrão- Flamengo Maravilhoso)
Foi em 1981 que o Flamengo conquistou o coração de todo o mundo, comandado pelo o maior jogador já visto no futebol brasileiro, Zico também conhecido como o Galinho de Quintino, a equipe ainda contava com o grande Raul no gol, o lateral-direito Leandro, Mozer e Marinho na zaga, o Maestro Junior na lateral-esquerda, na meiuca Adílio, Andrade e o galinho Zico a seleção ficava completa com o trio que horrorizava os zagueiros Tita na ponta direita, o ponta esquerda Lico e o artilheiro das decisões Nunes. O privilegiado a comandar essa equipe era o recém aposentado dos gramados vestindo o manto sagrado, Paulo César Carpeggiani que assumiu o comando da equipe depois que o até então treinador Dino Sani se desentendeu com o elenco.
O Flamengo já nasceu com a garra e espírito vencedor, em 1981 em menos de um mês conquistou três campeonatos: Carioca, Libertadores e Mundial de Clubes! A competição Sul-Americana foi marcada por uma verdadeira batalha dentro e fora de campo para o Mais Querido, Flamengo e Cobreloa-CHI tiveram que duelar três vezes para definir o campeão daquele ano da Copa Libertadores e consequentemente ganharem o direito de disputar o Mundial no Japão. O time do Cobreloa-CHI usou a violência para tentar parar o Flamengo, no primeiro jogo da final no Rio de Janeiro vitória Rubro Negra por 2x1, o segundo jogo em Santiago no Chile a equipe da casa venceu por 1x0 forçando o terceiro e decisivo jogo em um campo neutro no Uruguai. Foi no último e decisivo confronto que toda a maestria de um elenco e de seu comandante na beira do gramado veio à tona, as mudanças feitas por Carpeggiani na noite anterior ao jogo foram fundamentais durante o jogo, com ausência de Lico machucado, Leandro foi para o meio de campo, para ocupar seu espaço entrou Nei Dias, o meia Adílio foi fazer o trabalho de ponta esquerda, alterando assim três posições. Zico o camisa 10 da equipe chamou a responsabilidade no grande dia, momentos antes do jogo começar conversou com todos, mostrou que aquele dia marcaria a vida de todos dentro da História do clube e do futebol mundial. Quando a bola rolou foi visto um Flamengo guerreiro, um Flamengo mágico, Flamengo que encantou e emocionou a todos, Flamengo que levou ponta pé dos chilenos a todo instante e em nenhum momento recuou na maior batalha de sua história, uma seleção que sabia o que fazer com a bola nos pés e sem ela também e que no fim se sagrou campeão vencendo o jogo por 2x0, dois golaços de ZICO maior jogador que o futebol brasileiro já presenciou!
O Flamengo enfrentaria os arrogantes ingleses do Liverpool, que naquela época era considerado a melhor equipe de futebol do mundo, eu disse bem ERA, até se deparar com a Máquina Flamenguista na final do Mundial de Clubes em Tóquio-JAP. No comando de Zico o Flamengo liquidou a partida logo no primeiro tempo de jogo, o primeiro gol saiu de um lançamento milimétrico dos pés do Galinho para a conclusão do artilheiro das decisões Nunes, o segundo gol veio também através do camisa 10 da Gávea, Zico bateu com força a falta, o goleiro inglês bateu roupa e Adílio empurrou para dentro, o terceiro e último gol da partida saiu novamente do gênio do futebol, Zico olhou para um lado e soltou a bola na direção contrária para Nunes fazer seu segundo gol, o gol do título! Muito obrigado Raul, Leandro, Marinho, Mozer, Junior, Andrade, Adílio, ZICO, Tita, Leco e Nunes; Vocês são os responsáveis de fazer um clube de futebol ter se transformado em uma verdadeira nação de milhões de pessoas, que cantam em uma única voz Ô MEU MENGÃO EU GOSTO DE VOCÊ, QUERO CANTAR AO MUNDO INTEIRO A ALEGRIA DE SER RUBRO NEGRO... Parabéns Flamengo que comemora 30 anos da conquista do seu Mundial de Clubes.     

Um comentário:

  1. Muito bom ler a matéria ao som de Bebeto com sua musica Arigatô Flamengo. Vale a dica!

    ResponderExcluir